Tag Archives: amor

Desconfiança

15 jun

A pior coisa do mundo é nos relacionarmos com alguém em clima de desconfiança, com o pé atrás ou esperando um atitude fora do padrão daquela pessoa. Essa forma de viver não é saudável e sabota qualquer tipo de sentimento puro que exista.

Sempre fui uma pessoa transparente e autêntica. Sou o que sou e me aceitem assim e pronto. Não mudo para deixar ninguém feliz ou adequo o meu comportamento em função de padrões exigidos pela sociedade.

Tenho uma personalidade forte, é verdade. Mas, ninguém pode me acusar de ser traiçoeira ou coisa parecida. Quando quero, faço, quando amo, amo, quando não gosto, não finjo que gosto é assim por diante.

Não convivo desconfiando e muito menos buscando pelo em ovo. Dizem que quem procura acha. Eu prefiro não procurar mas, se preferirem vasculhar, com certeza não vão achar.

Mais amor e menos conflito!

Bjs

Nanda

Anúncios

Paixões adolescentes

14 jun

Quando somos adultos e olhamos os nossos filhos adolescentes dando os primeiros passos na vida amorosa, não damos o real valor aos sentimentos deles.

Achamos que tudo é muito cedo, que as paixões são fogo de palha, e que aqueles sentimentos serão passageiros. Que a vida deles será repleta de experiências e que não devemos valorizar os namoros iniciais.

Mas, nem sempre as coisas funcionam assim. Existem paixões adolescentes que seguem por toda a vida, se tornam inesquecíveis. Algumas retornam na vida adulta, como se nunca tivessem passado. Outras, seguem por toda a vida e resultam até em casamento.

Acredito nas paixões adolescentes, incentivo, valorizo e apoio minhas filhas, suas amigas e amigos porque sei que daquele sentimento inicial pode sair um amor verdadeiro.

Bjs

Nanda

Laços entre irmãos

6 jun

Irmãos são sempre irmãos. Não se consegue explicar a força da ligação que existe entre eles. Se cuidam, se amam e brigam, também.

Desde pequenos aprendem que é preciso dividir tudo. Lembro que dividia os chocolates, biscoitos e refrigerantes. A ordem era clara e tudo tinha que ser dividido de forma igual.

É claro que, muitas vezes, a paz não reinava e as diferenças sobressaíam. O pau comigo e um sempre acabava chorando. Minha mãe resolvia e fazia o outro chorar também.

Lembro que as brigas aconteciam até quando já éramos adultos. Eu, com mais de 23 anos de idade e ainda não levava desaforo para casa. Eram tapas e arranhões para todos os lados.

Mas, o fato é que na hora do aperto, um cuida do outro. O amor fala mais alto e o cuidado se sobrepõe a qualquer diferença. Ai de alguém que ouse mexer com meu irmão. Viro onça!

Bjs

Nanda

Ser mãe

15 maio

Outro texto maravilhoso que encontrei pela internet e recebi pelo WhatsApp. Também não tenho certeza do autor.

“Pausar a vida pelos filhos…

Hoje tomei meu chá e fiquei pensando em quantas vezes, desde que me tornei mãe, já escutei a frase “não pause sua vida pelos filhos, pois eles um dia crescem”; como uma forma disfarçada de menosprezar a dedicação materna.

Cria-se o filho pro mundo, todo mundo diz.

As asas, as benditas asas. Eu sei, você sabe.

Não pausar a vida. Ideia curiosa essa já que ser mãe é viver eternamente de pausas.

Por 9 meses, pausa o vinho.

Por aproximadamente 40 dias se pausa a vida sexual.

Por muitas e muitas noites pausa o sono , pausam a reunião de trabalho, a ligação importante, a oportunidade profissional. Pausa a poupança, porque juntar dinheiro fica difícil.

A gente pausa as refeições e os banhos. Pausa os planos de viagens, as saídas com as amigas, as idas ao cabeleireiro.

A gente pausa o coração na preocupação e pausa a própria vida pra respirar a deles.

Criar para o mundo. O que isso seria?

Suponho que minha mãe me criou “para o mundo,” sempre me dando asas. Fui conquistar esse mundão para o qual a minha mãe me criou.

Mas a verdade é que eu nunca deixei de ser dela. Um pedaço dela. Um produto dela.

Então eu penso, enquanto tomo meu chá com lágrimas e amargo as saudades que sinto da minha mãe, que filhos não são do mundo. Nossos filhos são nossos! Eles vieram da gente e voltam pra gente de novo e de novo.

Mesmo estando longe, eles são nossos. Nossos pedaços. Nossos produtos. Os produtos de todas as nossas pausas. Porque é na pausa que fortalecemos o vínculo, é na pausa que construímos as memórias. É no pausar da vida, nesse incessante viver pelo outro, em meio às dores e sacrifícios que, como mulheres, muitas vezes nos vemos plenas; e mais do que isso, nos vemos mães.”

Para todas as mamães que admiro.

Bjs

Nanda

*ALMOÇO DO DIA DAS MÃES*

14 maio

Recebi esse texto pelo WhatsApp com o nome do autor de Celso Dossi mas, não posso garantir essa informação.

“As doze mães do zodíaco resolveram fazer um almoço de Dia das Mães.

A idéia foi da mãe ariana, que mandou mensagem para todas as outras e acabou ficando irritada com a demora nas respostas, quase desistindo de tudo e mandando à merda.

A lista dos afazeres ficou na mão da mãe virginiana, que distribuiu os afazeres, fez uma lista detalhada do que levar (e do que não levar) e enviou para o grupo, exigindo confirmação.

A mãe taurina ficou responsável pela comida, exagerando no cardápio super calórico, o que irritou profundamente a mãe capricorniana, que tava numa onda dieta, orgânicos, geração pugliesi, foco, força e fé.

Já a bebida era tarefa da mãe sagitariana, que acabou comprando mais bebida alcoólica do que água e refrigerante.

Resultado: a mãe pisciana tomou um porre. Só não deu vexame pq havia chegado atrasada, quase no fim da festa.

A mãe escorpiana quase não foi. Apesar de gostar de muitas delas, odiava algumas.

Culpa da mãe geminiana, que havia contado para a amiga o que as outras costumavam dizer sobre ela.

Por sorte, a mãe libriana colocou panos quentes em tudo e resolveu o problema.

A festa aconteceu na casa da mãe canceriana, que levou um mês inteiro para deixar tudo como ela queria. Velas, presentinhos, lugares marcados. Ela não queria que ninguém se sentisse menos que as outras.

O que não foi possível, já que a mãe leonina fez uma entrada triunfal, usando um vestido caríssimo, salto alto e maquiagem. Trotando, pros cabelos voarem.

A mãe aquariana havia colocado o grupo de WhatsApp no mudo, nem ficou sabendo de nada e não foi.”

Bjs

Nanda

O amor

7 maio

Às vezes estou mais sensível e um gesto, um poema ou uma letra de música me tocam. Olhem a letra dessa música de Zé Ramalho.

Sinônimos

“Quanto tempo o coração leva pra saber

Que o sinônimo de amar é sofrer?

No aroma de amores pode haver espinhos

É como ter mulheres e milhões e ser sozinho

Na solidão de casa descansar

O sentido da vida encontrar

Ninguém pode dizer onde a felicidade está?

O amor é feito de paixões

E quando perde a razão

Não sabe quem vai machucar

Quem ama nunca sente medo

De contar o seu segredo

Sinônimo de amor é amar

Quem revelará o mistério

Que tenha a fé

E quantos segredos traz

O coração de uma mulher?

Como é triste a tristeza

Mendigando um sorriso

Um cego procurando a luz

Na imensidão do paraíso

Quem tem amor na vida,tem sorte

Quem na fraqueza sabe

Ser bem mais forte

Ninguém sabe dizer onde a felicidade está.”

Não é linda?!

Bjs

Nanda

Velhinhos e juntinhos

29 mar

Cada vez mais a ciência proporciona uma velhice com mais qualidade de vida. Estamos envelhecendo mais lentamente e melhor.

Com o passar dos anos o cabelo perde a cor, a pele perde o viço, o corpo já não é mais o mesmo mas, a cabeça e o coração continuam funcionando como se fôssemos adultos.

É claro que não estou falando do coração como órgão do corpo e sim, como fonte de amor. Ainda poderemos amar como adolescentes e viver paixões. Podemos também manter relacionamentos de carinho e companheirismo até o fim dos dias.

Acho lindo quando vejo um casal de idosos juntos e apaixonados como se estivessem no primeiro mês de namoro. A cumplicidade e a admiração funcionam como imã na união do casal.

Quando admiramos aquele que está ao nosso lado e respeitamos as diferenças podemos viver juntos por toda a vida de forma harmônica e carinhosa.

Quero uma velhice cheia de amor e carinho com aquele companheiro que estará ao meu lado na minha “melhor” idade.

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: