Tag Archives: mulher

A mulher madura

8 dez

Vi esse texto por aí e resolvi compartilhar com vocês. Sou uma mulher madura e concordo com todo o texto.

“A MULHER MADURA não PEGA, ela TOCA.

A MULHER MADURA não come, ela se ALIMENTA.

A MULHER MADURA não provoca, ela já é PROVOCANTE.

A MULHER MADURA não é inteligente, ela é SÁBIA.

A MULHER MADURA não se insinua, ela mostra o CAMINHO sutilmente.

A MULHER MADURA não se precipita, ela espera o MOMENTO CERTO.

A MULHER MADURA não nada, ela NAVEGA.

A MULHER MADURA não voa, ela FLUTUA.

A MULHER MADURA não pensa em quantidade, ela prefere QUALIDADE.

A MULHER MADURA não vê, ela OBSERVA.

A MULHER MADURA não anda, ela CAMINHA.

A MULHER MADURA não deita, ela ADORMECE.

A MULHER MADURA não é pretensiosa, ela simplesmente se GOSTA.

A MULHER MADURA não julga, ela ANALISA.

A MULHER MADURA não compara, ela ASSIMILA.

A MULHER MADURA não consola, ela ACALENTA.

A MULHER MADURA não acorda, ela DESPERTA.

A MULHER MADURA não coloca algemas, ela os deixa LIVRE.

A MULHER MADURA não enfeitiça, ela ENCANTA.

A MULHER MADURA não é decidida, ela apenas sabe O QUE QUER.

A MULHER MADURA não é exigente, ela é SELETIVA.

A MULHER MADURA não se senti velha, ela se considera EXPERIENTE.

A MULHER MADURA não se lamenta, ela tenta fazer DIFERENTE.

A MULHER MADURA não tem medo, ela tem RECEIOS.

A MULHER MADURA não faz juras, ela deixa por conta do TEMPO.

A MULHER MADURA não tira conclusões, ela faz SUPOSIÇÕES.

A MULHER MADURA “não desce do salto”, ela tem “JOGO DE CINTURA”.

A MULHER MADURA não brilha, ela é ILUMINADA.

A MULHER MADURA não dá tchau, ela ACENA.

A MULHER MADURA não gosta de ser vigiada, ela prefere ser ESCOLTADA.

A MULHER MADURA não é moderna, ela é ELEGANTE.

A MULHER MADURA não quer ser cobiçada, ela prefere ser DESEJADA.

A MULHER MADURA não possui sombras, ela tem AURA.

A MULHER MADURA não adivinha, ela tem PERCEPÇÃO.

A MULHER MADURA não faz sexo, ela é mestre na ARTE DE AMAR.

A MULHER MADURA não fica, ela se ENVOLVE.

A MULHER MADURA não é fácil, ela é FLEXÍVEL.

A MULHER MADURA não manda, ela ADMINISTRA.

A MULHER MADURA não aflora, ela é um constante FLORESCER.

Enfim, a MULHER MADURA é um conjunto de todas as belezas possíveis.

MULHER sensível, mas ao mesmo tempo uma verdadeira guerreira, é forte, mas é feminina, porém, muitos não possuem sensibilidade para perceber tal beleza, mas aqueles que descobrem… preferem morrer nos braços dessa tal mulher, que não é DOCE, mas que, simplesmente é puro MEL.” (Vanessa Pena)

Espero que gostem!

Bjs

Nanda

Anúncios

FAIXA ETÁRIA 40/50 OU MAIS

1 dez

Vi esse texto na internet e concordei com todas as colocações.

“Não tenho estatísticas em mãos e nem sei se existe alguma coisa a respeito das mulheres dos 40 aos 50 ou mais, sobre seu estado civil.

Mas, se eu for pensar em minhas amigas que estão por aí, posso afirmar que a grande maioria está separada, e com filhos.

E achando que nunca mais vão conseguir outro homem.

E se acham horrorosas.

Como eu sou de uma faixa um pouquinho acima, vou meter meu bedelho.

Eu dizia que elas se acham acabadas.

Por que elas não se consideram

achadas?

As mulheres de 40/50 ou mais têm várias vantagens.

A primeira é que já tiveram os filhos que tinham de ter e a gente não precisa se preocupar com a possibilidade de elas quererem mais um, justamente com a gente, que não está mais a fim de trocar fralda, ir à reunião de pais e filhos e vigiar a maconha na adolescência.

Esta parte elas já resolveram.

Outra vantagem é que elas sabem que Cinema Novo não é aquele cineminha que inauguraram outro dia no shopping.

Cantam as músicas dos Beatles com a gente e também não sabem muito bem quem são Oasis.

Lembram até da Copa de 1970, no México, e algumas delas chegaram a ver o Pelé jogar.

Sabem até a medida da Marta Rocha.

Sexualmente sabem tudo.

E como!

Tiveram mais homens que possa imaginar nossa filosofia.

Aquele negócio de ter orgasmo assim ou assado (assado é péssimo) elas já resolveram há mais de uma década.

E já viveram o suficiente para se dar ao luxo de filosofar sobre a vida, sem aquelas bobagens que as meninas de 20 pensam e dizem e, às vezes, até escrevem em diário.

Neste momento, o computador acaba de me avisar que chegou uma mensagem nova.

Fui olhar e era mais uma daquelas perguntando se eu quero aumentar o tamanho de meu pênis.

Tem até a foto de um aparelho que “infla”.

Você já pensou, na hora de fazer sexo, você abrir o guarda-roupa, tirar aquela geringonça (a máquina, não a sua) e dizer:

um momentinho que você vai ver o que é bom pra tosse?

Não, as mulheres de 40/50 ou mais há muito tempo deixaram de se preocupar com o tamanho da geringonça.

Com elas é “menos” preliminar e mais ação.

A mulher de 40/50 ou mais vai direto ao assunto.

Elas já perceberam que podem comer, e não apenas dar.

As mulheres de 40/50 ou mais comem como gente grande, comem como homem.

E a gente dá, com prazer.

A mulher de 40/50 ou mais já tomou aqueles porres memoráveis de quando tinha trintinha.

Ela sabe beber.

Não acampa mais, nem fica em pousada sem internet.

A mulher de 40/50 ou mais sabe onde quer ficar.

Gosta de um confortinho…

Enfim, a mulher de 40/50 ou mais sabe tudo e não está nem aí.

Por que então você sofre, mulher?

O mundo não está perdido, está achado.

Você é o melhor papo da praça.

Você é o que há”. (Mário Prata)

Bjs

Nanda

O tapete

18 nov

Alguns dias acordo me sentindo a verdadeira Mulher Maravilha, apelido carinhoso que ganhei por conseguir resolver milhões de coisas ao mesmo tempo.

Outros dias, eu acordo sem vontade de nada, me sentindo a pior das criaturas é incapaz de resolver qualquer questão.

Então, achei esse texto perdido pela internet, de autor desconhecido, mas com uma excelente reflexão.

“Acho estranho quando me perguntam como eu dou conta de tudo.

A resposta é simples, sem graça.

Eu não dou. Não dou mesmo.

Seleciono prioridades, foco no que dá, varro o resto para debaixo do tapete.

No dia seguinte levanto a beiradinha do tapete, retiro umas coisas, escondo outras.

Se hoje as crianças foram dormir sem escovar os dentes, amanhã isso será prioridade.

Se hoje o jantar foi o chinês “okesoboro”, amanhã um almoço fresquinho é a missão número um.

Meu tapete nunca fica vazio.Nunca.

Aliás, tem dias que entulho tanta coisa lá debaixo, que derruba o que tiver em cima. Brigo com o mundo, choro um pouquinho, me sinto a mais desequilibrada das mulheres, espero pelo dia seguinte.

Mas há manhãs em que acordo cheia de amor próprio. Dou risada deste auê todo. Ignoro o tapete já pau a pau com o Monte Everest, e vou bela e formosa (cansada e de piranha no cabelo) tomar um banho demorado.

Algumas tardes viro a revolucionária do tapete. Brota no corpo uma energia que sabe-se lá da onde veio (provavelmente do brigadeiro de colher que comi escondido 3 noites atrás). E lá vou eu disposta a colocar tudo em dia. E não é que eu quase consigo? Se não fosse pelo quase…

E é assim.

Frustrante, alegre, desesperador, feliz.

Um eterno varre, esconde, esvazia.

Não se deixe enganar, tem sempre um tapete.

Na casa de algumas ele fica mais visível, logo na sala. Já outras preferem usar o do corredor. Mas ele está lá. Tem que estar. Se não a gente enlouquece.

Por trás destas imagens, existe uma mãe comum. De carne, osso, querendo emagrecer no mínimo 3kgs, e jurando que amanhã não irá esquecer de cortar as unhas das crianças.

Com dias bons pra caramba, no estilo: “A vida é bela, poderia ter 7 filhos, viver numa casinha de sapê, e ser feliz para sempre”. E com dias de “quem sou, onde estou, quem são estas pessoas?”

O denominador comum é o amor, que quando colocado na balança quebra o ponteiro.

Vira o jogo. Não dá nem chance. O coração é invadido por gratidão.

E com lágrimas nos olhos agradecemos por tudo.

Até mesmo pelo tapete GG!”

(Autor desconhecido)

Bjs

Nanda

A perfeitinha

14 nov

Desde pequena fui treinada para fazer o meu melhor. Nada seria aceitável que não fosse o máximo da minha capacidade. O bom deveria ser reservado para os medíocres e eu não poderia me juntar à média das pessoas.

Aprendi que organização e planejamento são extremamente importantes para a busca da excelência. Então, me esforcei para traçar planos para cada etapa da minha vida. Planejar é comigo mesmo. Desde o preparo de uma agenda diária, feito na noite anterior, o roteiro diário de uma viagem, até as metas para a construção do futuro.

Quando vamos crescendo começam as cobranças sobre os estudos, a escolha da carreira a seguir, o namorado, a formatura, o noivado, casamento, filhos e assim por diante. Tudo baseado em um planejamento pré-estabelecido e padronizado pela sociedade.

Quem me conhece sabe como gosto de tudo arrumadinho e bem planejado. Chego a ser chata com essa busca à perfeição. Mas essa mania não quer dizer que eu não saiba viver a vida, o presente e não goste de deixar as coisas acontecerem ao acaso.

Bjs

Nanda

PARA AS MULHERES CARAS!

3 nov

Li esse texto por aí e logo pensei em compartilhar aqui.

“Foi num longo bate papo entre mulheres que descobri que é fácil classificá-las por seu valor:

Cara é a mulher que quando a vida lhe deu um limão fez logo a limonada. Uma jarra enorme, gelada e adoçada.

Barata é a que ficou azeda.

Cara é a mulher que diante dos sonhos desfeitos, reorganizou-os como pode, juntou caquinhos no chão, catou migalhas, mas se refez.

Barata é a que manteve sonhos extintos, virou o pesadelo dos que a cercam e nunca acordou.

Cara é a mulher que descobriu seu corpo, apaixonou-se pelos seus defeitos e aprendeu a exibir-se com a maestria de quem é segura de seu poder.

Barata é aquela que nem sabe como é, não ousou se conhecer e vive tentando se esconder.

Mulher cara tem brilho nos olhos.

Barata só tem rugas.

Cara é a mulher que saiu a luta, foi ao fundo do poço e…voltou!

Barata é quem vive nas bordas, dependurada, sem coragem de se soltar.

Cara é a mulher que muda de casa, de cidade, de país, de marido, de namorado, de emprego quantas vezes for preciso mas se mantém fiel aos seus princípios.

Barata até muda, mas só a casca. Por dentro mantém as paredes rachadas, o relacionamento falido, o fracassado passado.

Cara é a mulher que tem assunto: Fala de política, moda, cozinha e amor com a mesma desenvoltura.

Barata só fala dos outros, porque de si mesma nada tem de interessante para contar.

A mulher cara ri a toa, é feliz com o que tem, e de tão bem humorada ri até de si mesma.

A mulher barata é carrancuda. Reflete por fora o que realmente é por dentro, não sorri…finge.

Mulher cara tem amigos. Muitos. Verdadeiros e pela vida inteira. Amigos que a admiram e defendem até debaixo d’água.

A barata tem conhecidos. Gente que foge como o diabo da cruz mas que quando não tem jeito…a aturam.

A cara é desprendida e solta.

A barata é pegajosa.

A cara é leve e livre.

A barata é pesada e presa.

Mulher cara tem preço sim e sabe disso. É rara no mercado.

Mulher barata tem aos montes. Pilhas, lotes, containers lotados!”

SEJAMOS, ENTÃO, MULHERES CARAS.

Bjs

Nanda

Terapia de compras

19 set

Tem doido de tudo quanto é jeito. Uns precisam ser internados para tratamento, outros caminham sem rumo e sem memórias, outros vão passar horas discutindo seus problemas e medos com seus analistas (Já fiz isso e recebi alta por duas vezes) e outros, ou melhor, outras, preferem gastar dinheiro fazendo compras.

A sensação de prazer durante as compras é indescritível. Escolher, visualizar, experimentar e decidir levar. Cada etapa tem um sabor. Mas, o clímax está na sensação de abrir a bolsa e tirar o cartão de crédito para pagar a conta.

O grande problema é quando a fatura chega. Levo cada sustoooooooo. Já prometi milhões de vezes que vou jogar esses pedacinhos de plástico no lixo mas, nunca consegui cumprir. Acho mais fácil convencer o marido que todas as compras foram essenciais, indispensáveis e de extrema urgência. 

Bjs

Nanda

Colo

29 ago

Quem disse que eu não preciso de colo?

Costumamos dar colo para nossos filhos mesmo que eles não peçam. Fazemos carinho, massagens, cafunés a todo momento. E quando eles choram, o colo é o nosso primeiro reflexo.

Quando os filhos crescem, o colo ainda é o principal refúgio deles para a resolução dos grandes problemas. O colinho da mamãe sempre é especial. Ele resolve a maioria dos problemas.

O problema que não encontro solução é: quem dá o colo para a mamãe???? Geralmente, as pessoas me olham e enxergam a Mulher Maravilha. A super heroína que resolve todos os problemas das outras pessoas e não tem nenhum problema próprio para ser resolvido.

Enfim… Vou gritar para todo mundo ouvir que eu também quero um colinho!

Bjs

Nanda

%d blogueiros gostam disto: