Tag Archives: Mulher Maravilha

Ser mãe

15 maio

Outro texto maravilhoso que encontrei pela internet e recebi pelo WhatsApp. Também não tenho certeza do autor.

“Pausar a vida pelos filhos…

Hoje tomei meu chá e fiquei pensando em quantas vezes, desde que me tornei mãe, já escutei a frase “não pause sua vida pelos filhos, pois eles um dia crescem”; como uma forma disfarçada de menosprezar a dedicação materna.

Cria-se o filho pro mundo, todo mundo diz.

As asas, as benditas asas. Eu sei, você sabe.

Não pausar a vida. Ideia curiosa essa já que ser mãe é viver eternamente de pausas.

Por 9 meses, pausa o vinho.

Por aproximadamente 40 dias se pausa a vida sexual.

Por muitas e muitas noites pausa o sono , pausam a reunião de trabalho, a ligação importante, a oportunidade profissional. Pausa a poupança, porque juntar dinheiro fica difícil.

A gente pausa as refeições e os banhos. Pausa os planos de viagens, as saídas com as amigas, as idas ao cabeleireiro.

A gente pausa o coração na preocupação e pausa a própria vida pra respirar a deles.

Criar para o mundo. O que isso seria?

Suponho que minha mãe me criou “para o mundo,” sempre me dando asas. Fui conquistar esse mundão para o qual a minha mãe me criou.

Mas a verdade é que eu nunca deixei de ser dela. Um pedaço dela. Um produto dela.

Então eu penso, enquanto tomo meu chá com lágrimas e amargo as saudades que sinto da minha mãe, que filhos não são do mundo. Nossos filhos são nossos! Eles vieram da gente e voltam pra gente de novo e de novo.

Mesmo estando longe, eles são nossos. Nossos pedaços. Nossos produtos. Os produtos de todas as nossas pausas. Porque é na pausa que fortalecemos o vínculo, é na pausa que construímos as memórias. É no pausar da vida, nesse incessante viver pelo outro, em meio às dores e sacrifícios que, como mulheres, muitas vezes nos vemos plenas; e mais do que isso, nos vemos mães.”

Para todas as mamães que admiro.

Bjs

Nanda

Anúncios

Mulher Maravilha

24 abr

Não tem jeito. Por mais que eu tente excluir a Mulher Maravilha da minha vida, ela sempre reaparece e assume o posto de protagonista do momento.

Quis me permitir errar, deixar de fazer ou até fazer aquilo que não esperavam de mim mas, a super heroína sempre volta e domina as minhas ações.

Recem operada, com movimentos restritos, sem dirigir temporariamente e, mesmo assim, tive que me virar. Cheia de dor e ainda com pontos, não me abati. Casa em obras e a organização do aniversário de minha filha me aguardavam. Assim como toda a rotina diária que não deleguei a ninguém.

Não consigo compreender como as mulheres são conhecidas como o sexo frágil. Conseguimos ser multifunção, resolver praticamente todos os problemas da família, ter paciência e lutar pela harmonia entre todos e nunca deixar de ter um sorriso no rosto e palavras de carinho para acalentar os corações dos que rodeiam ela. No caso, estou falando de mim mesma!!!!

Adoro a minha Mulher Maravilha!!!!!

Bjs

Nanda

A culpada de tudo

15 ago

É muito comum as pessoas não se responsabilizarem por seus atos e elegerem um “culpado” para tudo aquilo que dá errado. Especialmente se existe uma pessoa que toma conta e toma para si a responsabilidade de tudo.

Sou bem assim, a super responsável por todo o funcionamento da família. Se precisamos morar, eu escolho desde o apartamento até a estampa das almofadas. Se precisamos comer, ninguém lembra sequer de comprar um pão. Ou eu providencio a comida ou morreremos de fome.

E assim por diante com todas as necessidades da casa como, por exemplo: troco lâmpada, conserto pneu furado, reparos de eletrodomésticos. 

O problema é quando alguma coisa dá errado…. Me transformo em culpada, sou julgada e condenada sem direito a defesa.

Por um lado, o sentimento de ter toda a responsabilidade do mundo é muito bom e me deixa orgulhosa mas, por outro, o peso nas costas é gigantesco e me faz pensar que só sou importante porque estou fazendo todo o trabalho necessário.

Acabo sentindo falta da parceria, da divisão de tarefas, do respeito aos meus erros e vontades. Onde será que errei?

Bjs

Nanda

A Mulher Maravilha 

4 ago

Desde pequena adorava assistir as aventuras da Mulher Maravilha. Lynda Carter era minha ídola e eu sonhava um dia ser como ela.

Queria muito ter um avião invisível, um cinto de utilidades, um laço da verdade e braceletes protetores. Ah! Queria tambem aquelas pernas maravilhosas, a cinturinha de menina, peitões sedutores e a beleza fenomenal.

Mas, Deus não dá asa a cobra!!!! Se eu tivesse tudo isso, seria tão insuportável que nem eu me aguentaria.

Portanto, nada de braceletes, tiara, cinto ou laço. Muito menos pernões, peitões, cabelão e aquela coragem! Que jeito, né?Mas, os esmaltes, eu posso. Acabei de comprar o kit de esmaltes da MM e estou me sentindo a própria heroína. 

Quem ousa dizer que eu não sou a própria Mulher Maravilha?

Bjs

Nanda

A Mulher Maravilha ataca novamente 

17 jul

Já jurei que tinha colocado a Mulher Maravilha que vive em mim para dormir. Mas, tem épocas da nossa vida que o bicho pega, as coisas tumultuam e ela resolve aparecer.

Não que seja a opção da minha MM reaparecer mas, uma necessidade. Com tantas coisas acontecendo, preciso de forças para colocar tudo em ordem e fazer as coisas acontecerem. 

Já me apresentei várias vezes como várias mulheres em uma… Mulher, acima de tudo, mãe integral, esposa dedicada, dona de casa perfeccionista, executiva (já fui muito melhor!) e estudante (atualmente, de férias). 

Casa em obras, filhas na adolescência, crise na engenharia e muita paciência para dar conta do marido e de todos os problemas que surgem… 

Vamos, Mulher Maravilha, reapareça e assuma seu papel. Jogue seu laço, use seu cinto, voe no seu avião invisível e coloque tudo no eixo novamente. Depois volte para as suas férias e me deixe tranquila de novo.

Bjs

Nanda

Mulher Maravilha 

22 mar

Não é fácil ser mulher nos tempos de hoje. Assim como alguns jogadores de futebol, nos temos que agarrar e atacar ao mesmo tempo.

Já acordamos atrasadas para dar conta de tantos compromissos e obrigações. Escola de filhos, deveres de casa, orientações para as empregadas e tudo o que possa acontecer. Somos pressionadas a resolver tudo da melhor forma possível.

Vivemos quase uma maratona de atividades e sofremos pressões de todos os tipos para que tudo saia perfeito. Nossos filhos não admitem que somos seres humanos e podemos errar. Somos consideradas super heroínas!

Mulheres comuns, profissionais, mães, donas de casa, esposas, estudantes… Um misto de várias mulheres em uma única. Somos todas mulheres maravilha!

Bjs

Nanda

Mulher Maravilha nunca dorme

8 jul


Bem que eu tentei colocar a Mulher Maravilha para dormir. Dei uma de doida e mostrei para a família que sou humana, de carne e osso,e cheia de erros. Mas, não teve jeito… Sou cobrada até a perfeição.

Se uma coisa está errada, quem foi? Se algo está faltando, adivinha? Se alguém perdeu alguma coisa, de quem é a culpa? Quando eles não encontram o que estão procurando, é claro que eu sou a responsável… Affff!!!!! Nunca vi nada parecido. 

Fico imaginando o que seria dessa família sem a super heroína aqui. Acho que o caos estaria instalado. Ninguém consegue resolver nada, nem sobreviver sem o meu auxílio. E,claro, nunca estão satisfeitos.

Mas, aviso a quem interessar possa, que paciência tem limites e a da Mulher Maravilha está no fim…

Bjs

Nanda 

%d blogueiros gostam disto: